Vexame do Botafogo forneceu retorno de 339% aos apostadores

A Copa do Brasil é considerada a competição mais democrática do Brasil, uma vez que coloca frente a frente equipes da elite nacional com times de menor expressão. Além disso, o regulamento da competição nacional é feito concedendo a vantagem do empate para o time com melhor colocação no ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Então, como explicar o vexame do Botafogo?

Após chegar a semifinal da competição em 2017, a equipe alvinegra caiu para o Aparecidense no primeiro jogo, fora de casa. Em função do novo regulamento, os donos da casa necessitam vencer para seguir em frente. E foi o que o Aparecidense fez na última semana. O vice-líder do Campeonato Goiano está classificado para a segunda fase do torneio.

Lucro de 339% nas casas de apostas devido vexame do Botafogo

Neste ano, o Aparecidense havia perdido somente para o Goiás e seguiu mostrando boa disposição tática nos 90 minutos da partida. Assim, quem acreditou em uma zebra neste confronto recebeu 339 vezes mais do que aplicou nas casas de apostas.

Vexame do Botafogo forneceu retorno de 339% aos apostadores

Vexame do Botafogo forneceu retorno de 339% aos apostadores

Existem alguns motivos que ajudam a explicar o vexame do Botafogo. O time que chegou as quartas de final da Libertadores no ano passado perdeu a sua comissão técnica e os seus principais destaques. Com situação financeira caótica, o Botafogo não tem dinheiro para investir em atletas e treinadores de renome.

A opção encontrada para a temporada 2018 foi apostar em uma solução caseira para assumir o clube, mas o efeito “Jair Ventura” não se repetiu. Além de acumular a queda precoce na Copa do Brasil, o treinador Felipe Conceição também foi eliminado da semifinal da Taça Guanabara pelo Flamengo neste sábado e acabou demitido.

Enquanto o Aparecidense se prepara para a segunda fase da Copa do Brasil, o Botafogo tenta se organizar dentro e fora de campo.

Tagged with:

Deixe um comentário